Patrocinador


A morte de um monstro

Criado na lama
O mal faz o mestre se rebaixar
Ele devora suas entranhas
Lança sobre sua presa
Não apaga o seu ódio
Assalta o acidente e Tortura
Retira a pele do laço bordado
Veste seu vestido de ódio como um troféu
Seus olhos de prata ficam suspenso, o sangrento
rio de vermelho preso em um poço sem fundo esconde a
Verdade que da sua carne que apodrece sem seu brilho

A morte de um anjo

A palheta é quebrada em uma erva fresca

Alertado pelas palavras de vermelho sangramento

O sofrimento das lágrimas prístino

Faleceu horas antes da bênção do céu

Morte em um espinheiro

Dominado pelo medo tem o seu coração pequeno como de uma pomba

Otas maligna em suas asas

O fluxo sanguíneo para os lábios

Beberdes o seu sangue e sua alma sem cor

Ela flui de sua fonte dormindo

Cavando sua sepultura dá sustento

A sua esperança arrogante e violenta

O assassino e sua sombra

Envolto em restos de sua carne escura

O bisturi na mão, ele rasgou o coração

Seus olhos vidrados de voraz

Deixou a condição carnal do cadáver

Ele tentou e matou

Ela estava em seu coração de cristal

Permanecerão ossos e vísceras

O treinador ficou estático na poeira

Escolheu a morte

Tudo o que resta agora dele são lágrimas cobertas numa poça de sangue

Enfrentando a sua justiça e sua crueldade

De um monstro que nunca foi encontrado

A minha caixa secreta

Na minha caixa de segredo

Esta chave do meu coração, dando-lhe apenas o código
Você vai encontrar as minhas palavras envoltas em um anel
Um retrato de mim tecido em seda
Abra-a levemente, para não assustar o meu coração

Você pode espalhar um dos lados para estar unidos com a eternidade
Na minha caixa estas os cristais de lágrimas lapidados os segredos que irá dispersar
Eles fugiram no dia que você me ofereceu seu amor Eles deixaram os meus sentimentos em um diamante verde

Vida estranha

A noite continuará a contar apenas aquelas histórias
O livro Fecha-se de A a Z a longa vida
Depois de ter descarregado essas sentenças
Nas linhas continuam a trégua, um tempo maravilhoso
Ou ela é sabia, ou irreal a chuva de lágrimas
A página vai virar rosa isso irá desaparecer
Cores des'estamper, rapidamente já esqueceu
O escritor não apareceu, ele nunca vai ver aqueles olhos
Lá vai ter visto as lágrimas, o cristal de noz
O título desvanece no nunca, se revelou no final
Foi surpreendente, ninguém sabe
Nada foi um momento mágico, continua a ser desconhecido
Ela perdeu o encanto, tinta e papel
Sob um hino de sofrimento, desaparece sem pesar

E quando eu morrer

E se um dia eu saí, no obscuro

Para nunca ver mais o verde

Sentimentos enterrados num vazio

As estrelas em lágrimas coberto nas profundezas escancaradas



E se um dia tudo parar, meu coração vai parar de bater

Como um labirinto num milharal

Um fim trágico, coloridos pendurados

A novela mal elaborada de sonhos perdidos para sempre



E se um dia eu desaparecer sob as linhas de um Supremo preto

Minha alma vai estar solta, não verei nenhum macilento
De felicidade

Aqui está o que continua a ser um grande diferencial escanzelado
Uma espada direita na vida, acorrentada ao meu crucificar

Lua de flores

Quando a lua de flores, o céu fortuna

Adornado com botões de pérolas, o céu é só beleza

As pétalas de nuvens sob uma chuva de rosas

Formando um círculo, um halo inspirador

Embalado pelo céu, os perfumes inebriantes

Um arco-íris no céu da terra abóbada revestida com gestos

Que florescem céu azul vermelho
o universo celeste a desfrutar dum carinho de um belo jardim

Feitiço ancenstral

O fatal anjo entra

Roubando meus encantos nus

Um feitiço de penas tem voado

De pureza virginal

Abaixo de meus véus transparentes

o corpo mole coberto de seda

Ternura sem força e sem vergonha

Um vestido fino com lances céu

A flor do amor em um jardim de orvalho

Como uma tela de artista, gravado para a beleza

Como uma antiga escultura em baixo

Lembre-se do corpo sem cortinas

Em uma nuvem onde os amantes amontoados

Ao escrever o estrelado luar
No abraço do céu

Inspiração de artista

Inspiração de artista



Contra um fundo de tela eu coloquei minhas obsessões
Eu aplico áreas planas, por vezes, branco, preto, muitas vezes
Eu tento a técnica, um caminho mais dócil

Gosto de todos os impressionistas, mas não tem estilo
Meus impulsos são transformados em Cubismo
Um pouco do meu rosto parece ferido
Transformando a noite em sonhos de Dali.

É manhã cedo em botões pontilhados
Eu encaro o meu novo dia.
Deixo no meu armário idéias dadaísta
Para admirar uma galeria de artistas.

Um amor

Um amor de Lepidóptera
Um orgulho borboleta o sonho de amor
Feito de suposições Sobre suas chances,
Aquele que os pobres cegos à luz do dia
Jogaram a corda bamba à beira da existência.

Mas sua visão estava abrindo a noite, contra o espelho
Admirando seu reflexo no fogo da noite,
Ela amava o belo colar feito de pontos coloridos,
A bela Varicela adornar suas asas douradas.

Se tivesse sido os seus bigodes, Bacantes Adoráveis
Também inconstitucionalmente caídas
Ela poderia amar para suspender gancho à inveja
Já não estar sozinha neste chapéu de tédio.

Sonhava com um bom tamanho e elástica,
Mas no fundo do armário, uma vassoura fantástica
Firmado entre o gelo e a velha Impressora,
Premeditado seu assassinato Irritado com o ausente.

Tentação irreal

Eu nasci de uma estrela de renda com gosto bombom

Eu nasci para amar, embalada em seus beijos
Entrelaçar minhas palavras, no abraço

Eu só brinco com as palavras da minha pele o fogo extinto

Minha alma é que passa as nuvens

Maliciosa, eu não estava sempre crente em

Meus olhos esverdeado atrair o diabo

Vou levá-lo em minha infantil

E tentação celestial de carícias letais

Ou o amor vai ser quente, queimar suas asas

Meu corpo é uma figura, vestida de luxo

Para você meu coração devorado comer sangue fresco

Entres debaixo da minha tortura, minhas unhas estão prontas
A pele se sem escrúpulo, na orgia do passado

Eu

Tenho na minha cabeça uma Avenida em uma Metrópole
Um trem que passa sem um som,
A contagem regressiva começa outra vez
Um soldado de brinquedo que equilíbrio.

Não tenho amigos, porque que tenho muitas escadas para subir,
Eu não dormi também muitas histórias para contar.

E no coração o amor a um pobre amigo
Este trem indo no infinito é
Um amor que você sente falta das vibrações é
Um rolo que lancei ao mar cheio de ressentimento.

Seu desenho


Meus dedos ao longo das fibras como um pincel no seu corpo
Os traços do rascunho aparecem no som dum carvão
Traço as curvas e os detalhes em um fundo do mar
Idolatro meu deus num gesto sobre a mesa
O tecido da vida na camisola de minha seda

Uma vez que te olho coloco, as mãos acariciando a sua imagem óleo sobre a tela
A criação divina, a luz incandescente
Perdida em meus trabalhos sobre um nu ultramar-azul
A luz do intervalo é visão da pintura real

Coloco em um cavalete, ou a sua natureza desperta.

O anjo do vale ...

Quando o vento sopra sobre o vale, os animais cantam com ele ...
O cavalo relincha de felicidade, gentilmente acariciando seus filhotes
No céu entristecido aves a desenhar belos arabescos iridescente
Os relógios dos anjo sobre toda a vida, espalhando em torno do amor e da fertilidade,
Bênção dos vales, matas e florestas que amplia a temporada de outono ...
Para eles, os rios prata crescentes e feliz na chuva.


Quando as asas do anjo imaculado do vale varrer, abelhas
Forragem milhares de flores abertas, o divino espancamento
Perfumar o ar ... a alma voa para longe, a terra é o paraíso.
Descobrimos penas brancas colocados aqui e ali ... uma subida,
Esta pureza angelical arquivada no orvalho da manhã perolada ...
De olhos arregalados diante de tanta beleza, maravilhas humanas.


As folhas de turbulência para os topos das montanhas
Onde você pode ouvir o uivo dos lobos amor por seu a criador.
Esqueceu-se da lenda grito terrível, sob a lua cair na noite.
Natureza desenha seu balé emocionado a floral subida
Para nua, espalhados em uma melodia encantadora de outras áreas,
O poeta foge e deixa a consciência deriva... Melodiosa rendição ...


Pacientemente escrito pelo anjo, o efeito estufa em seu coração
E graças a luz do sol para o céu oferecendo...
Com ele, aí reside o grande beleza dos sentimentos humanos,
Em paredes, em pergaminho, no coração e na sua mão ...
Ele canta os louvores de anjos escondidas sob os arcos no céu,
Dando a todo o mundo, calmante um dia tingido de miséria ...

en-si-na Me

Ensina-me
Como te tocar ...

Eu vou te ensinar
como receber ...

A Igreja destes sons

Quando eu preciso deixar este mundo
E encontrar um lugar mais alto
Acabei de jogar esse registro certo
E levantar o seu som.

Até que eu sou apenas um espírito
Flutuando no ar
Uma espécie de comunhão etérea,
Na terra serei um corpo desligado.

Há, toca-me a revelação
E aumenta todos os meus sentidos
Assim eu posso ver a face de Deus
Na igreja de estes sons

Adoração

Adoração

Beijos são cuidadosamente colocados
Em meio ao êxtase de um suave abraço.

Como meus dedos e executar pesquisa
Sobre seu corpo nu, esta igreja.

Após a sua adoração eu pele, como um altar,
Devota de uma religião que não pode vacilar.

Quando a iluminação é atingida
Através de doçura misturada com dor.

No emaranhamento das propostas,
A co-mistura de emoções.

E a convulsão violenta
Da nossa emulsão humana.

Somos Apenas Um

Acondicionamento, entrelaça,
colados, e a combinar.

Os espaços entre nós
Desapareceram no nada.

Envolvente, amoroso,
Um processo de transformação.

E estamos agora apenas um,
Mas mais do que era antes.

Abraçar, juntando,
Colapso, amarração.

A apresentação sem derrota,
A sublimação sem perdas.

Cercar, afirmando,
Aquiescer, confirmando.

Assim, somos apenas um,
Uma união orgânica simétrica.

Poesia

Poesia

Estas mandíbulas marinar em movimento,
Saborear ambrosia lingüística é um prêmio, curado de uma sintaxe suculenta
E fermentadas para a mais vibrante de emoções de um taberneiro.

Assim, a extinção dessas seleções suntuosas,
A mais leve das letras são percolados em uma música ondulante,
. E mergulhada em doce de confecções.


E, embora alguns possam falar do verso a mesma prosa simples,

Nenhum é mais errado, como uma dança sem música,
Ou, para proclamar a beleza é apenas uma pétala de rosa-menor.

Como, desde o tempo dos runas antigas,
Para conhecer a balada de um bardo não é nada difícil
Quando você está profundamente impressionado pela sua melodia graciosa.

]Nestas linhas imortais, que as gerações vai recitar,
E sobre uma voz de luxo, surgido de uma escolha de palavras exaltadas,
Lá é feita uma verdade atemporal, conhecidos à primeira vista.

Ah, a melodia deste néctar de sustentação,
Em que uma inflexão ardilosa gera uma expressão estilizada,
É a linguagem apaixonada chamada poesia!

Vida como Arte

Eu vivo a vida como arte
Em um derramamento do coração.

Eu estou solta e livre,
Sentindo uma vibração profunda.

Eu sou grande e teatral
E, assim, espiritualmente prática.

Eu carrego-me com elegância
Mesmo quando os outros não estão lá.

Estou simplesmente não fico decadente
Nas minhas mais realizações.

Coisas que eu consumo a mais fina
Isso só pode trazer ousadia.

Estou sempre cinematográfica,
Nunca aborrecida, e perdidamente dramática.

Eu sou uma exaltação expressiva,
Minha estilização própria.

Eu sou maior do que todos Os
E não posso me imaginar ser pequena.

Eu sou uma re-criação de vida
Da realidade - uma festa!

Deus

Que coisa, que veio antes,
Que coisa, que é sempre.

A fonte de toda a criação,
O alfa de todas as relações.

Que coisa, que é o melhor,
Essa coisa que pode suportar qualquer teste.

Que coisa, que louvamos,
E, assim, nós o fazemos rei.

Que coisa, a que aspiramos,
Mais forte do que um castelo, mais elevado do que uma flecha.

O ômega de tudo o que fazemos,
A única coisa que estamos em comparação.

(Deus é o nome do meu desejo)

Pele

Quer seja preto ou branco,
Ou marrom ou vermelho,
Ou zig ou zag
Ou listrado, sem listras
Ou de bolinhas ou xadrez.

Quer mole ou grosso,
Ou fino e resistente,
Ou de seda ou acidentado,
Ou lisas ou ásperas.

Seja claro ou escuro,
Ou pardo ou iridescente,
Ou rosa ou caramujo,
Ou de cal ou luminescente.

Quer virgem ou rodado,
Ou manchado ou pontilhado,
Ou salpicado ou giradas,
Ou manchado ou ondulado.

Se, ou o que quer,
A beleza da sua pele,
A cor verdadeira de uma pessoa
É o que esta dentro!

(Mas pele mesmo pra usar tem de ser falsa
Protesto em defesa dos animais).

Violino

Quatro cordas firmemente amarradas
Que, quando pressionado da maneira certa,
Pode-se gritar, cantar e voar.

Quatro linhas bem puxadas
Que, quando levemente inclinadas,
Pode-se de ânimo leve sussurro se rima.

Quatro cabos firmemente estabelecidos.
Que, quando tocado corretamente,
Pode elevar a alma para cima!

Prêmio reconhecimento


Prêmio Dardos:






Este é o "Prêmio Dardos" que dá a cada blogueiro reconhecimento de seu valor,
esforço, ajuda, transmissão de conhecimento todos os dias.
Agradeço, de todo o coração, aos amigos que me indicaram:Meu principal indicador Ebrael Shaddai parece ate nome de príncipe Ebrael Shaddai.

Memórias de Ebrael Shaddai


Blogs que eu amo e leio sempre e os premio

Helen-de-rose
As chamas do fênix
Na entrada do abismo
Caminhos-vidas
A se das palavras
Fogo maduro
Gritos verticais
Tânia poesias
Tu Eu Emoçães
Lufague poemas
Juan Angel Italiano
Cristal de uma Mulher
Abrigo dos Anjos
Minhas Palavras ao Vento
Luiz Simbolista

Para pegar seu selo clique na imagem e copie o endereço que aparecerá na barra de endereço


Regra



1. Você terá que aceitar e colocar em seu blog, juntamente;
2. Você terá que oferecer o prêmio para 15 blogs que são merecedores deste prêmio.

E não se esqueça de avisá-los sobre a indicação.

O amor é um tesouro

O amor é um tesouro que não tem preço.
Difícil de encontrar
Em seguida, difícil de manter,
. A sensação é a de ser amado.
A partir da emoção de tiros quentes,
Este sentimento flui de baixo para cima,
Para dar-nos sentimentos tão diferentes
uns aos outros.
Faz-nos tão bem,
E é tão Simples
Mesmo que esse sentimento,
Faça dum momento difícil amar alguém ...

As estações-de-rosa

As estações-de-rosa


Agora eu sou como um Outono de rosa pálido,
então me arrancam uma a uma, minhas pétalas;
mas vou manter o meu veneno nos espinhos da paixão,
para você, para cada conjunto de amor ilegal.

Não me julgue
porque mesmo que correndo o risco de uma punição penal,
ousaram trair minha essência tendenciosa,
Eu também queimei as regras justas de sedução.

Ah, não me julgue.
Eu sou apenas o que você faz de mim,
uma dessas pessoas cruéis e frígida
de posse de qualquer senso crítico.

Então, perdoe-me.
Quando eu lançar meu tronco como uma flecha,
em seu duro coração, as emoções recheadas e secas
para regar-me com seus verdadeiros sentimentos em bruto,
esperando para me desenvolver nas profundezas do seu ser,
florescente como a rosa da primavera
você é arrancado de seu âmbito enorme,
florescer onde as fantasias e prazer,
para lançar algumas lembranças os novos tempos.

Oh!não me julgar
Mas eu sou uma rosa, que sonho com uma vida em rosa

A verdadeira beleza nos olhos do observador

Assim! Muitas belezas neste mundo espetacular e sua vida deslumbrante
E a verdadeira beleza está nos olhos do observador
Há beleza em mim e beleza em você
Há beleza em uma vitória suada e uma alma esperançosa
Há beleza na lua leitosa e os rios graciosos
Há beleza ao sol da manhã ou um dia chuvoso
Há beleza em um sorriso bonito e cuidadodoso
Há beleza no carinho de um amigo e um coração terno
Há beleza na inocência da criança e no amor de mãe
A verdadeira beleza está nos olhos do observador.
Há muitas belezas deste mundo atraente
Assim!Muitas belezas neste mundo espetacular e sua vida deslumbrante

O fio dos meus pensamentos

No fio dos meus pensamentos,

Eu deslizo como um equilibrista,

sinto um vazio a ser desenhado

por nada, eu estou na minha bolha.

No segmento dos meus pensamentos,

Costumo encontrar,

o sonho, a doçura, o separatista!

No segmento dos meus pensamentos, que participou da reunião das

Paisagens de verão, grandes campos de flores,

no segmento dos meus pensamentos, eu vou andar
em sentido dos ventos
no segmento dos meus pensamentos, tudo pode ser feito para sonhar !!!!!

Incompreensão do universo

Equívoco de se perder

Um mergulho fascinante num mundo escuro e um sub-continente escuro mas cativante. Quem é que se perdeu?

Refugiados em suas próprias fortalezas dum universo pessoal,
Perdido em sua imaginação.
A porta quebrou as vozes dos homens, o brilho das armas atravessa o universo desolado
Um sentimento de mal-entendido emerge.
Ele revela alguns aspectos do show sobre o mundo cruel.
O mal do mundo é uma vontade?
Qual é o propósito desta análise, se é que cai o padrão de mal-entendidos e destruição do ser?
Incompreensão da mudança radical que estamos vivendo atualmente,
O homem, ainda acredita ser único e auto superior do universo ...
Nós somos uma parte integrante deste universo,
O universo é um todo
O universo perfeito, impecável em que sendo a vida
A instrução que amplia a visão do universo, não afeta o caráter
Ao lamentar o tempo perdido em vão.
Que abriga cerca de rigor em seu coração
A relíquia de um extraordinário poder divino perdido
Em suma, em sua deriva, em que se acredita que só o amor está perdido
Universo que podemos acreditar que nunca vai se perder.
Isso torna mais fácil pôr a nua crueldade dos homens, ao mesmo tempo
Perdido no mundo dos homens
Este universo inteiro de distância
Eles me disseram sobre o amor para o universo
a vez más de eventos,
homens desorientados que perderam a sua ligação real
E a consciência dos homens e mulheres da indecisão da fala e da linguagem
Mas ainda podemos sonhar em um pequeno planeta perdido no universo
Esta harmonia será alcançada gradualmente: Quando o povo acordar!
Todo o universo em harmonia como uma única casa
E aparecerá a horizontalidade do mundo secular
Espero ser, eu sei que ele vai encontrar o seu caminho

Covardia

Apenas uma despedida no reflexo dos meus olhos
Apenas uma frase qualquer ordinária
Apenas um lamento rapidamente apagado
Apenas palavras sem juros
Algo em mim corrói
Algo sem importância
A escrita esquecida
Apagando uma página arrancada
Em um mundo sem vergonha
E eu dou meu coração
Uma linha de um momento de covardia
Eu joguei a mistura de tinta no meu sangue
que banha o meu corpo na mesma.

Sombra do diabo

Uma sombra na parede um rastro de sangue
Morto de vergonha ou surpreso pelo drama
Seu olhar horrorizado fora de órbita
O ser demoníaco para desempenhar o seu papel
Aquartelando sua carne rasgando seu coração
As vísceras espalhadas pelo chão
E nenhum traço de sua obra-prima de sangue
Batendo a morte em muitos lugares, já está sua à espera
querendo se prevalecer
A alma já está em suas mãos
Vê que a mulher esta sofrendo
Enquando o pobre diabo é cruelmente sacrificado
Na noite de névoa baixa

Deus dói

Eu disse: 'Deus dói'
E Deus disse: "eu sei"
Eu disse 'Deus, eu choro muito'
E Deus disse: 'É por isso que eu lhe dei as lágrimas "
Eu disse:'Deus, eu estou tão deprimido "
E Deus disse: 'Isso por que eu te dei a luz'
Eu disse: Deus me sinto sozinho "
E Deus disse: 'É por isso que eu te dei entes queridos "
Eu disse: 'Deus meu amado está morto'
E Deus disse:É por isso que você assistiu meu filho ser pregado na cruz "
Eu disse a Deus: 'Onde estão eles? '
E Deus disse: 'A minha é a minha direita e o seu está na luz.
Eu disse: 'Deus dói'
E Deus disse: 'Eu sei'.

Poemas fingido,Tempo perdido

Ganhar amplidão perdida quase sem ritmo
no corpo frio
e braços sem rumo
sem pouso
e o corpo sem alma descobre o tempo perdido
por causa de sua quietude surdina e invisível
Ouve apenas os ventoscalarem as águas roteiras
das pupilas serenas perdidas
que já foram flores orvalhadas

Mundo sem cor

A criança vê o mundo morrer em seus olhos verdes
O mundo que está perdendo a sua cor
e num soberbo olhar de alma delirante
pegou a febre da medicância.

Noturnos beijos

Espero noturnos beijos ainda intensos
com amor apenas,para incede-los nossos corpos
na terra em trevas do sol que se deita
junto de nós no horizonte
dilatado pelo tempo.

Insanidade

Insanidade a minha desaguar para a infinitude dos teus braços.

cantico

Escrevi um cantico
na pedra do campo
composto pelo silêncio

frase

O esquecimento é o pó adormecido em meu corpo.

Presença

Presença suave
vestida de vento
com gestos meus vivos a tua fronte
deixa-me tecer a tua sombra
debruça-te aqui e ouça
o murmulha de alguns versos
onde o tempo está a beira da preguiça fria
e luminosa no além

O poema

O sangue no poema
é a vida do poema
no tempo do poema
porque
meu poema é meu
sangue circulando
nas linhas do tempo.

segredos do poeta

O poema revela os segredos mais íntimos
da pessoa que os escreve
porque por muitas vezes o poeta revela seu coração
expondo seus pensamentos mais íntimos
O poeta sonha baixinho
pensando alto
com os pés no chão
côa cabeça nas nuvens
e num coração de papel
revela seu mundo da lua.

mas por muitas vezes realista

Chama

Me Chama
a chame dentro de mim
que aquece seu beijo gelado
que arrepia minha pele escaldate
e aquece seu corpo nu fresco
duma noite gelada.

Canção estranha canção

Canção estranha canção

Sua fonte uma nota sofrida

Canção que eu tanto soube

Canção da qual já me esqueci

Canção de longas cifras

Cifras minhas com notas flui como água

Duma nascente de olhos rasos d’água

Por onde as cifra cantava meu passado

Donde já brotou lágrimas

E velhos risos tombados

Canção estranha canção

Cifra de mil notas

De chorus resmungantes

Da tristeza afluente

Que minha alma acariciava

A calma da relíquia de outras dores

Tocadas na canção

Ah canção que eu sempre soube

Canção que já me esqueci

Quantas notas na partitura

De cifras amargas se apagando

com as lágrimas já secas

Oh quantas notas já mortas

em cifra de lágrimas de sal!

corpo e pó

"Meu corpo é pó
é terra distante."
"O tempo presente
chama o vento passado
com nuvens carregadas
de vida para salvar
meu corpo do pó"

Vamos descer a ladeira apressados

Vamos descer a ladeira apressados

Dedos cravados na carne

Que o desejo já aprofundou

Na minha flor que já vem apontando como uma orquídea de vanilha com raízes submersas

Corpos nus emaranhados como peixes na rede que o ontem nos lançou

_salivas que sulca nossas faces em meio minhas pétalas seu olho foi semente

E essa longa e dura delicia madura alegria, foi você quem plantou.

Ah vamos descer a apressados

Meu corpo em gemidos em meio as folhagens de eras,aí!

Vermelho

A rosa é vermelha
O sangue é vermelho
Os lábios são vermelhos
As flores são vermelhas
Vermelho é a vida
Vermelho é o amor
Vermelho é a morte
Vermelho é uma cor
Vermelho é um significado simples da vida
Vermelho córa o vermelho

Meio mundo

Metade do mundo vive,
Metade do mundo faz,
Metade do mundo dá
Enquanto a outra metade leva.

Metade do mundo odeia,
Metade do mundo é executado fora,
Do final da metade do mundo
Metade do mundo felicita o dia.

É a metade do mundo,
Foi a metade do mundo,
Metade do mundo pensa,
Metade do mundo faz.

Metade do mundo reside,
Arde a metade do mundo,
Metade do mundo grita
Enquanto a outra metade ativa.

Metade do mundo se preocupa,
Metade do mundo não tá nem aí,
Metade das ações do mundo,
Mantém a metade do mundo.

Metade do mundo canta,
Metade do mundo ri,
Metade do mundo traz,
Metade do mundo tenta ser a outra metade.

Quero ver um mundo a partir da janela

Quero ver um mundo a partir da janela dos olhos de Deus,
Um mundo feliz,
Um mundo silencioso,
Um mundo belo,

Quero ver um mundo a partir da janela dos olhos dos inocentes,
Um mundo verdadeiro,
Um mundo sagrado,
Um mundo apartir do dia em que foi criado ,

Quero ver um mundo a partir da janela dos olhos dos anjos,
Um mundo cheio de cores em toda parte, de iluminar
Um mundo totalmente dedicado ao amor,
Um mundo conhece apenas a maneira da humanidade,

Quero ver um mundo a partir da janela dos olhos das crianças,
Um mundo que se inicia o seu dia com um sorriso,
Um mundo que termina seus dias com um agradecimento para o todo-poderoso,
Num mundo que dorme à noite em uma canção de ninar

A coruja

A coruja,
pássaro noturno
em seu canto
trás mensagens e lamentos
dos que já se foram.
Como assim dizia minha vó.

passado p/ o futuro

Quando o presente nasce do passado
O passado more no futuro.

A gota d'agua

Uma gota de lágrima
em um copo de tempestade
Uma gota de sangue
em um copo quebrado
Uma gota de alma
em um corpo na tempestade
Uma gota de sofrimento
em um copo de lágrimas
Uma gota de espírito
em um corpo quebrado
Mais ainda resta
Uma gota de esperança
em um copo de água

O canto dos Pobres

A pior pobreza no mundo
A pior discriminação no mundo
Enquanto outros estão a pensar sobre o aquecimento global(E como faturar com isso)
O canto dos pobres pensando como sobreviver
O canto dos pobres lutam um dia por um dia
Enquanto outros que vivem na idade de foguetes(E como faturar com isso)
O canto dos pobres caminhando quilômetros de milhas para um dia sobreviver
Enquanto políticos a pensar sobre a vida em outros planetas(E como faturar com isso)
Os pobres estão chorar para obter uma área de quatro metros quadrados
E esses pobres são pessoas a regar o seu sangue para uma área de quatro metros quadrados
Enquanto os interessados estão a pensar sobre o casamento homossexual(E como faturar com isso)
O canto dos pobres dando suas vidas para salvar os seus filhos
Enquanto os poderosos se vangloriam sobre crescimento nunca visto seus paises(E como faturar com isso)
Enquanto outros só estão a pensar sobre qual é o melhor alimento do mundo(E como faturar com isso)
O canto dos pobres executando milhares de quilômetros para conseguir um pouco de arroz
O canto dos pobres morrendo a falta de comida e água
Enquanto interessados estão a pensar sobre a legalização da prostituição(E como faturar com isso)
O canto dos pobres sem saber o que é a lei
O canto dos pobres nunca vendo decidida por uma justiça justa
O canto dos pobres não são pessoas!
O canto dos pobres não são deste mundo!
Os pobres são só um meio de faturar e sustentar os porcos.

Eu era um anjo negro

Eu era um anjo negro enviado da fole,
Eu era o anjo negro esperando para crescer,
Eu era um anjo negro que estava pensando em partir,
Eu era um anjo negro procurando um caminho a seguir,
Eu era um anjo negro procurando a verdade,
Uma razão para viver,
Procurando um que,
Hoje
Eu sou um anjo seguir o meu caminho,
Eu sou um anjo buscando todos os dias,
Eu sou um anjo com uma razão para viver,
Eu sou um anjo com um dom para a preencher,
Eu sou um anjo com significado,
Um anjo com uma paixão,
A paixão da emoção.

Poder

Para alguns poder é ter armas
Para outros o poder é ter facas
Para alguns o poder é a capacidade de ler e escrever.
Para outros é o controle da potência
Para alguns o poder é um punho
Para outros o poder é como um animal preso tentando sair de uma gaiola.
Para alguns poder é o amor
Para outros o poder é a arte
Para alguns poder é dinheiro
Mas para mim poder é ter sabedoria
Então, o que é poder para você?
Vjarski

Respeito

Respeito é uma lição que todos devem aprender
Respeito deve ser dado antes de um retorno esperado
Respeito é algo que é dado de graça
Respeito é sobre nós e nunca sobre você ou eu
Respeito é a base sobre a qual as relações são fundadas
Respeito é a âncora que mantém uma pessoa bem fundamentada
Respeito constrói o caráter e define quem somos
Respeito define o padrão e levanta a barra
Respeito é magnânimo e contribui para a concretização
Respeito é o parceiro que se sente com boa vontade
Respeito é tão doce como o mel é percebido
Respeito é o gosto de saborear para quando é recebido

Tempo

O tempo é infinito
O tempo é uma canoa
O tempo é o silêncio do deserto
O tempo é o ronco dos oceanos
O tempo é a gota de chuva a regar
É o tremor do coração
O tempo é a linguagem da história
O tempo é um eterno teste
Uma viagem sem parar é o tempo
Um caminho é o tempo que parou
Tempo é vida
O tempo é um fluxo
Tempo é a morte
O tempo é o direito oportuno
O tempo é uma maré
O tempo é a respiração
Tempo é invisível
Tempo é tangível
O tempo é um cenário de beleza
O sopro de um átomo é tempo
A melodia de uma parcela mínima é tempo
O tempo é o jogo de vida ou morte
O tempo é o enviado de paz e de terror
Não há terra que o tempo não tocou
E nenhum raio de luz intocado pelo tempo
O tempo é a manifestação do Mundo antigo
A moderna interpretação do direito é o tempo
O tempo é o céu e a terra
O tempo é eterno
O tempo é o rio da vida
A vida é uma viagem
No fluxo de tempo!

Te desenhando

lentamente
com um dedo
traço em sua pele e
desenho palavras
em letras de seda;
uma leve pressão
dizem que é paixão

torturar meus sentidos
uma dor de concurso
e deixar que o rótulo, marque a
Lembrança do abraço,
e denúncie o delicioso
mal apagado e
longo beiijo

Olá sejam muito bem vindos ao meu blog,como já deu para perceber,este blog é voltado a poemas escritos por mim que são todos devidamente registrados e
Esclareço ao público em geral, que copiar, veicular, usar os poemas,textos, obras de arte, fotografias,sem a devida autorização do autor que sou eu é crime. Gerando processos e indenizações milionárias. Declaro a quem possa interessar, que qualquer cópia, parcial ou total, minhas obras, será o autor processado, conforme a LEI DE DIREITO AUTORAL. Caso você tenha visto um poema ou texto frase semelhante ao meu entre em contato através de meu email vjarskiss@gmail.com. Nova Lei do Direito Autoral LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências.Muito obrigada.

Alguma vez...?

Você já cheirou as rosas como um sopro de uma manhã de inverno?

Alguma vez você já dormiu olhando a maravilha das estrelas em uma noite clara com uma mente livre alheado do tempo?

Alguma vez você já dormiu nos braços de sua mãe e sentiu o calor do seu corpo e imaginou que esse momento nunca deveria acabar?

Alguma vez você já ficou em um precipício no crepúsculo do entardecer sentindo o vento sentindo a pobreza e a riqueza do seu ser, ao mesmo tempo?

Olhou para os olhos de alguém te fez sentir tremendamente feliz e entristeceu ao mesmo tempo?

Alguma vez você já amou alguma coisa sem saber ou querer saber o motivo?

Você já se sentiu como posse, propriedade e criação algo livre, ao mesmo tempo?

Alguma vez sentiu prazer em passar noites hipnotizado em seu passado?

Alguma vez sentiu o desejo nada desejar?

Você já se sentiu Deus?

Determinação

Determinação não é a ausência de obstáculos no caminho da vida.
Não se trata de um zelo sem sentido em busca de um abismo
Não é uma invenção da mente de que a energia é extraída do imaginário
Não é a desistir ou dar em que é comum na maioria dos dias
Não é a regressão de uma tarefa, devido ao medo
Não é o catalisador para ver nossas visões e sonhos cumpridos

Em tanto

Determinação é a pressão por diante, através de obstáculos na estrada da vida
É uma paixão com razão fundamentada na busca de uma visão
É uma consciência da realidade de uma energia obtida a partir de dentro
É o romper de que não é comum na maioria dos dias
É a progressão para além do medo em qualquer tarefa
É um ingrediente ativo para ver as nossas visões e sonhos cumpridos

Estes e os gostos são o núcleo da determinação o que realmente é.

Amor

O amor é tão bonito
e é um verdadeiro presente
para não falar dos Namorados

que é uma nova manhã
onde se pode desfrutar,
estar com o amor, tanto amor
.

Solidão

Solidão a Experiência
em torno do vazio.
Espaço eterno
ocioso ao mestre.
Olhos fechados
fixado aos ouvidos surdos.
O coração desacelerado
bate em silêncio.
Não treme.
Sem nenhuma alegria
para o alívio da dor.
Sem nenhuma emoção.
No sorriso.
A vida ena morte
sem rivais para tempo.

Minha canção

Eu roubei uma pequena nuvem
Para voar
Eu flutuei sobre as aldeias
Em um mundo abandonado
Você pode entrar nesta caça
Você não vai me pegar,
Eu tendo as minhas armadilhas!
Posso partilhar a minha

refeição
de Gotas e faíscas de trovão,
Posso Partilhar o meu descanso,
e mergulhar num sono profundo quee ressuscitarei
Então o meu ninho lá no céu esperando
O sol em nossos lábios
com sabor de flor de mel:
Ouça o que eu canto
Veja flutuar no ar côa’s
As cores ágeis do mar.

FACE A FACE

Tudo bem, violeta,

Com sua caricias em minhas orelhas,

Ouço a canção de triunfo

Da fonte que reflete isso.



Ah! Que paixão me leva

Para me capturar neste jogo sutil,

Esta caricia pouco fresca mas gentil,

Entre o meu dedo e meu polegar?



Vou levantar-me para o nu

E eu vou derrubar a frente

E face a face nós,

Eu pequena flor, agora o gigante inseto.



Se a luz é escura,

delicado montante do fundo preto,

Minha esperança e desespero no

Infinito em um beliscão,



Pequena flor frente a um velho sorriso

Senhor nariz por um momento afaga-me
E a boca diz baixinho
que temos toda a primavera

Não olhe para traz

As tristezas do passado
é como sua sombra
Você não vê mas
está atrás de você
pronto para reaparecer
com as mudanças de luz
ou se você olhar para trás ..

No abismo



No abismo infinito do pensamento! Entre as leis do coração e da razão, não há oculto e misterioso rio de sonhos. Que a forte correnteza carrega todos os nossos desejos, para os horizontes do que já não floresce a árvore da vida, o amor.

Alguma vez



Alguma vez você já tentou sentir um sopro no ar?
Para ouvir uma respiração vinculada à sua pulsação cada único

Veja em um paraíso relance
e ter os olhos de todo o mundo só refletem uma imagem

Sabendo um sonho que ele não consegue chegar a um maior
porque é assim que as fronteiras da realidade

Para contar sobre um livro
um conto que vai acabar nunca escrito
e que você nunca me canso de ler

Tentando encontrar tantas palavras estúpidas
para explicar alguma coisa e então tornar-se consciente
não podem dar uma explicação para tudo

algo que é mais profundo que o mar
sentimentos neles, na parte inferior
onde ninguém pode entrar

o que está dentro
e só você sabe o que isso significa.

Pôr-do-docê





Passar horas e horas pensando nisso,
pôr-do-doce que reflete
as cores do seu belo rosto.
E eu tenho de me fechar esta noite
só de olhar para
e perdas entre as gotas de eternidade
fechados em seus olhos.
Mas esta noite vou estar com contigo
da-me o seu sorriso
pôr-do-doce como o olho
e sonhando com seu rosto com olhos abertos,
sofrem em silêncio
porque eu não posso ter você ...

Encontre um tempo

Encontre um tempo para pensar
Encontre tempo para orar
Encontre tempo para rir
Pensar é a fonte de energia
Orar é o maior poder sobre a Terra
Rir é a música da alma.

Encontra tempo para jogar
Encontra tempo para amar e ser amado
Encontra tempo para doar
Jogar é o segredo da eterna juventude
Amar é um privilégio dado por Deus
Doar o dia é demasiado curto para ser egoísta.

Encontre tempo para ler
Arranje tempo para ser um amigo
Encontra tempo para trabalhar
Ler é a fonte da sabedoria
Ser amigo é o caminho para a felicidade
Trabalharé é o preço do sucesso.

Encontre tempo para fazer caridade
Caridade é a chave para o paraíso.

história dos anjos






Eu olho para o céu a partir do topo de um penhasco e me sinto tão perto que me parece a entrar nos ossos...
Sinto que as ondas do mar tão puro e claro
mar que não está fora, mas está no meu coração... Em minha alma
Como é belo o mundo daqui de cima
ficar lá para sempre é um ato irreal?
É algo impossível?
Ficar aqui em cima me dá a oportunidade de ver as coisas de um ângulo diferente
a me sentir mais poderosa
mais eu mesma...
Há algo de errado?
Eu me sinto como um anjo muito clara de manter os pés no chão
pesado demais para chegar a tocar o universo
Fico dividida entre a realidade e a fantasia
entre o bem e o mal
entre ódio e amor
Eu fico equilibrada, mas eu sei que no meu coração há uma coisa que nunca vai esquecer .
É algo tão poderoso que supera todos os meus problemas menores
todas as minhas dúvidas,
poderoso o suficiente para limpar todas as minhas lágrimas.
Este é o meu amor que não importa quão longe
está sempre perto de mim
Eu sinto isso dentro mim.
Eu posso sentir isso mais do que qualquer outra coisa,
o seu amor é a única coisa que me faz encontrar a paz nesse vácuo entre o céu e a terra.
Eu olho para o mundo de cima.
Em uma fronteira muito gostosa para elevar-se acima ou descer para baixo.


Vjarski



O espaço



Não há espaço entre as pessoas
No entanto ... Nós desnecessariamente nos damos cotoveladas

Eu sorrio quando penso
que ... Nós não somos nada

mas ... que área
precisamos?

amor ... espaço
é imenso o céu
é uma terra sem linhas
fronteira

impermanência
deve fazer-nos pensar

todo este espaço dado
é feito por amor.

Manhã de chuva
É uma forte tempestade

e vi
que, entre uma gota
e outros
há espaço para o amor.

Vjarski

safo

Em uma coroa de violetas, Safo santo!
Ó tu, cujo sorriso é tão doce!
Gostaria de lhe dizer uma palavra,
Sim vergonha me impede de falar.
Vjarski

Balançando nas ondas do mar

Balançando no mar, onda após onda
circula o ruído às pressas ...
Ó tu, meu pobre deus, estou com medo, comigo
Não se pode ser feliz por um longo tempo:
Para mim, as esperanças e desesperos enxame
Itinerante surfando meus pensamentos e a desligar,
Marés altas e marés baixas de amor.

Vjarski

A voz do Brasil

Eu ouvi o choro de uma crianças de que estava com fome.
Eu ouvi o choro de uma mãe
não tinha nada para alimentar a criança.
Eu ouvi o grito silencioso da vítima inocente.
Eu ouvi o grito de milhares de crianças que eu não amava.
Eu ouvi os gritos da pobreza que afeta homens e mulheres.
Eu ouvi o grito de homens e mulheres mortos pela ignorãncia.
Eu ouvi o grito dos soldados acreditavam trazer a paz,
mas encontraram com sua morte.
Eu ouvi o meu grito de dor para o que acontece.
Eu ouvi:
Você já ouviu?
O Brasil que grita sua raiva e sua dor.
Todos os dias.


Vjarski

As palavras não importam



As palavras não importam
Mas se as nuvens
Para algumas pessoas são iguais
E elas entram em nossas vidas
Como os pássaros distraídos
As palavras não importam
Mas se as aves
Para eles purificar nossas vidas
e se movem em silêncio
Sem parar o seu significado.

A morte é verde à noite

A morte é verde à noite

O vento é a esperança que voa
E eu vi minha noite livre
Nunca, nunca parar
Nunca, jamais tente
adormeçi

E o vento que leva tempo
Nas mãos
Traga meus sonhos
E como nossas vidas
Com dias.
Eu poderia viver minha noite
Tentando
Nunca pare
Para voar com o vento.

Vjarski

Nas calçadas

Nas calçadas durante a noite desliza seus pés
E eu deslizei em você
Você dorme e não sabe
Eu ando através de você.

Pernoite na noite
Eu estou em você como um ruído
Ruído em seu coração
Eu gosto do meus quadris em suas mãos
Como se você quisesse mais.
Vjarski

Minha diferença

Minha diferença é ser como você:
Uma criança da solidão xícara de vento
No fundo de um copo vazio de papelão
Copo vazio, vento velho vendidos coca Normal!
Coca espuma como a aspirina
E que escorre e desliza ao longo do sulco
Caindo no estômago
Numa altura indigno.
E de repente a cabeça limpa,
Quem se torna claro!
Lembre-se que o sonho
Quem reinventa um passado antigo!

Vjarski

Seus olhos

Seus olhos negros e sua voz de ouro

E a atração secreta
Entre nós uma idéia de felicidade
Um arremedo de esperança.

Nada mais, nada menos
Um pouco de solidão
Quem contorce sua dor
E se o amor nasceu
Nada duraria
Uma nova vida se abre
Sempre que atravessamos, mas seria bom
Se nossos lábios se juntassem a
Falar de flores.

A página está vazia
palavras
Mas me vi
Sob pressão
De
Seus lábios.

Na flor do sol
O cheiro do vento
Com uma voz assustada
E em seu coração?
Não há mais segredo
Nada menos óbvio
Eu não veja.
Eu posso desaparecer da existência.
Uma mão e dois acorrentados
Curso de silêncio
(Mistério).

Tenho medo
Tudo sozinha
Sem você
No deserto
Paredes
Na noite
Sons
E nada pode
Pare o espancamento
Do meu coração.

O ponto final está lá.
Mas nada acaba
Sem o surgimento
Significado
Sem a noite
Do silêncio
Sem este grito que se eleva
meu corpo numa noite
Nada parece claro.
O cinza e todos os desertos
Explico-me.

Entendi!
você sumiu
Com a noite
Com a vida.
Você é um Deus perverso.

Eu vi sua mão bater na lateral
Mas o silêncio foi morto
E seu sorriso torna-se lágrima.
Nada mantém o sentido
Eu sinto o silêncio em outras palavras.
Meu riso é silêncio
Como a parede frontal do torturado.
Não, você não tem escolha
Você tem que ir juntar-se
Mas a realidade que me mantém
Como você deve compreender e viver.

A noite está aqui
Seu coração está lá
E o que você pensa em silêncio?

Nossas palavras são perdidas no vento
Para combater a existência
Nós sonhamos o sonho impossível.

Mas você continua em silêncio
Ainda está sonhando
E eu não sei
Cante suas palavras
Em outro idioma.

No mar e as ondas
Uma estrela sorriu
Eu vou me afogar em salivas.
O rio dos desejos

Esqueci-me de pensar
E aqui estamos relacionados
Para a nossa liberdade
Lindo.
Lindo e maravilhoso
Para o inesperado
E eu rio para mim
Veja seus lábios
Molhados na diversão.
Estas palavras não são
Realidades
Mas fragmentos de sonhos
Fragmentos de um dia.
Amanhã vou vê-lo novamente
Porque você vai precisar
Com um pouco de amizade
Com um pouco de compreensão
Mas cuidado
Eu não sou um anjo
Nem uma criança triste,
Eu sou a carne e os
Sentimentos. amor?

Vjarski

Cada vez mais

Cada vez mais

Pronto para começar de novo.
A cada minuto, cada desafio.
Impugnar a decisão permanente
Porque são temporários
Deixe-nos não ir rápido demais
Tomemos o divertimento!
Vjarski

Retorne a cada dia

Retorne a cada dia

Pela manhã, os olhos abertos deslumbrados
Então a realidade esmaga a consciência
É ainda o mesmo universo
Circuitos com até o mesmo
Repita os mesmos caminhos
Falando sobre as mesmas coisas
Movendo tão devagar
Esse tempo ainda escorrega
brilho do vapor inocente.
Vjarski

Na sombra do fogo

Na sombra do fogo

Eu esperei a seta do seu olhar
Sua cabeça ia pousar em meu ombro
Sem aviso, como um pássaro.

Em vez disso, eu não tinha direito à sua indiferença
Você coletar lenha,
O fogo se extingue, o fogo será frio em breve.
Suspirando, eu fui dobrado
Na floresta, chamando você
chamando com a mão,
Eu iria sem você.

Eu deixei na sombra do fogo
Enquanto eu estava sozinha
Chorando a minha doce solidão

Vjarski

Lentamente, o lábio com o vento quente

                                                 Lentamente, o lábio com o vento quente

Suave e lâminas de hálito quente
Na bochecha dourada.
Estremece e vibra e
O olhar já morto.
Nada a fazer senão esperar
Esperando que com toda sua força
Um pássaro em todas as cores
Hoje à noite vai destruir o mundo
E todas as preocupações de todas as mães.

Vjarski

A Rosa





Venha ver a rosa
Que ontem foi idealizada,
Quem, do amanhecer ao declínio da estrela,
Era o sol, ele era lunar
Trazer a fusão gentil de tudo,
Salvadores de cada um desastre

De pétalas de mil cores
Às vezes sol, às vezes azul
Ela ilumina as almas extintas
E todos os vegetais cultivados,
Sua compensação santo
Os animais fazem sua apresentação.

Meu amigo, eu vou arrancar
Para divina esta flor
Mas, em vez de emurchecimento,
Ele irá restaurar a sua boa aparência,
Queira aceitar este presente,
E estimar a sua vida.
Vjarski

O futuro

O futuro lógico se emaranha em uma península
de turbulência e descontentamento;
o futuro desejado constrói uma ilha de paz e harmonia.

O futuro lógico opera a partir de princípios do passado e perspectivas;
o futuro desejado é alimentado por possibilidades e paixão.

O futuro lógico protege a sua pensão, poleiro, ea posição;
o futuro quis proteger a pessoa, progresso e princípios.

O futuro lógico que me faz um produto da minha circunstâncias;
o futuro desejado substitui minhas circunstâncias.

O futuro lógico faz desculpas para o fraco desempenho;
o futuro desejado vê erros como um dos maiores mestres da vida.

O futuro lógico expressa emoções da despensa de nossas cabeças;
o futuro desejado expressa emoções das prateleiras do nosso coração.

O futuro lógico escreve certas pessoas fora;
o futuro desejado convida diversas perspectivas e único.

O futuro torna-se lógico aprisionado nas tempestades de surpresas diárias;
antecipa o futuro desejado e previsões de eventos futuros.

O futuro lógico gasta energia e emoções
exclusivamente no presente;
o futuro desejado investe muito tempo e energia no futuro.
vjarski

Agora é hoje ,agora!

Agora é hoje ,agora!

Ontem agora é hoje!
Hoje 'está no passado.
passado é passado, hoje,
mas amanhã de ontem é passado, hoje, e o seu futuro.

Passado, amanhã é futuro, hoje,
e amanhã é hoje, agora.
Amanhã não sei, ontem,
mas ontem amanhã conhece o futuro e o passado.

Hoje é o futuro e o passado.
Futuro de hoje "está agora no passado.
Passado, hoje é no futuro,
mas hoje "o futuro é amanhã, passado e futuro.

O passado de futuros pode ser hoje.
O futuro é amanhã e hoje.
O futuro de futuros é, no futuro,
mas o futuro conhece o passado, amanhã, hoje e ontem.
Vjarski

A morte a espreita

A morte a espreita




Caminhando pela rua que não te existe mais
Alcoolizada pela insanidade.
Distraída pelo álcool venenoso,
Vermelho que te ofereceste.
Sem resistência tomou-o da minha mão
a taça trincada
com cores embaraçadas.
Pois jaz fostes tomadas por outras almas
Que numa distração todas
exceto,você!Não por resistência e sim por sorte
A taça da morte caiu em pedaços naquele dia
E você não fostes levada ao mesmo destino
Que sorte a sua escapar a própria morte
Naquele dia!
Naquele dia certo eu
Estava jaz te esperando
Na esquina.
Mas por ali menina você não passou
Você me enganou.

Mas hoje seu dia.

Menina de tranças no cabelo,
Olhar inocente,porém não resistente.
Hoje te espio pela janela entre aberta
A entrar e te levar
A sussurrar seus segredos
e me contar seus medos
Mas quem está com medo
Sou eu
Pois vejo que és tão jovem
E sinto pena,porque terias
um caminho longo a percorrer
Sinto muito!
Mas seu espírito jaz me pertence.
Pois esse é meu e seu castigo
Sou minha e sua condenação
Para alguns sou a salvação.
Mas que fique bem claro!
Tenho uma lei a seguir
Não levo ninguém ao suicídio.
Pois meu dever é levar quem já cumpriu seu tempo.

Mas mesmo assim eu fico te admirando
Pela fresta da janela te espiando
Seu corpo tão belo nu quarto
Iluminado ela luz da lua
esperando pelo seu amado.
vejo que deitas sem nenhuma oração
e seu olhar está profundo,
seu peito está doendo,
sua respiração está tão fraca,
Aí é que eu meu aproximo
De seu corpo jaz nu lençol
Molhado com seu suor.
Ouço você me chamando
Com um leve suspiro.
Jaz podes me ver
Aproximo de seus lábios carnudos
Para ouvir o que tens a me dizer
Levo o meu dedo em seus lábios
Peço te silêncio faço o sinal da santa cruz em sua
+testa+boca+peito e um em nome do Pai
E aviso te que seu viúvo esta chegando
E que você seja breve suas palavras
Pois a luz jaz esta a sua espera
Vejo um desespero que entra quebrando a porta
E chamando pelo seu nome
implorando te por resistência
Ao menos chega a tempo de seu último suspiro
Seu espírito jaz deixa seu corpo nu lençol
Manchado pela sua alma breve
Que foi levada por mim.
E eu fui sua doença maligna .
E agora sou seu Salvador.
E seu guia que te conduz para luz.

Eu sou a Morte
Eu sou a Vida
E estou em todos os lugares.
Eu sou o que você imagina que sou
e como sou


Vjarski

Seu olhar é meu espelho

Seu olhar é meu espelho


Me olho no espelho dos seus olhos
me enveneno na sua saliva doce como fel.
me perco em seu corpo
Num vôo pro céu de sua boca,
fecho os olhos,
Minha consciência
Já está vaga,
Não me lembro.
Ah!
Estava eu sonhando um delírio doce.
Iludida dum passado em vão.
de lindas lembranças e amargas desilusões.
dum mundo cheio de dor e hipocrisia.
De lúcidas paixões cegas,
De amores cheio de decepções,
Dum mundo envolto de magia
Me absorvi do meu próprio devaneio.
Ah!
Mas já passou tanto tempo,envelheci.
Meu espírito envelheceu que nem percebi
Que não envelheceu a magia
Dum amor cheio de desejo
Ah!
Mas não acabou a fantasia.
E por isso me perco em seus beijos
Venenosos.
E na pureza dum olhar mágico
Me vejo no fundo do seu olho d’água.
Peço-te perdão por tanto de amar.
Peço-te também perdão
Por não te amar mais do que deveria.
Ah!
Deveria eu confessar-lhe meus desejos pecaminosos?
Deveria eu contar-lhe meu pensamentos insanos?
Tenho medo!
As vezes tenho medo de mim.
Tenho medo de mim volver
E depois você não me devolver minha paz
Meu espírito
Meu viver
Me olhar no espelho dos seus olhos,
E me ver quem eu seria se não fosse por você.
Você tocar a minha mão e
Abrir a porta da minha mente
Tomar meu coração
Pra si pra sempre
Estou presa pra sempre
No espelho do seu olhar.


Vjarski

Quem sou eu?



Me fiz em pedaços
Me espalhei por aí
Me escrevi em poemas
E até músicas
pra você me ler
Pra você me ouvir

Me fiz pássaro
Pra te cantar
Cantar sem cessar
Pra te espantar o tédio

Me fiz flores
Pra você me cheirar
Pra te trazer lembranças
Lembranças de mim.


Me fiz terra
pra você caminhar por onde Caminhei
Pra te apoiar
Pra você pisar em mim

Me fiz ar,
Pra você me respirar
Pra te trazer o meu cheiro
Pra soprar seus cabelos

Me fiz fogo,
Pra você se aquecer em mim
Pra te aconchegar do frio
Pra você nunca esquecer de mim.

Me fiz água
Pra te matar
Sua sede
Beba-me.

Eu sou sua vida

Vjarski

Príncipe

Príncipe

Amei o mais belo dos príncipes
Um príncipe que iluminou minha mais profunda escuridão.
Um príncipe de plástico ,que me enchia de emoção.

Vjarski

Eu sou assim

Eu sou assim

Porque te amo
É por isso que sou assim...


Porque você vem quando te chamo
Por isso eu sou assim...


Porque esta sempre por perto
De braços abertos
Sempre pronto pra me amar
Pra acarinhar
Por isso eu sou assim...

Porque eu posso pedir o que quiser
E você vai até o fim do mundo buscar
E dá-me palavras sem reservas sem ressalvas
É por isso eu sou assim...

Você escravizou todo pra mim
De corpo e alma,pé e mão
Você se entregou puro de coração
Ofereceu-me todo seu amor,desejo e paixão
Escravizou pra mim toda sua lúcida paixão
Porque você me ama tão docemente
É por isso eu sou assim...

Sou feliz e desejada
Por ser assim tão apaixonada
Sem vergonha,com desejo e amor
De modo único no mundo
Enterrei-me no meu mais profundo inferno,
E você me libertou daquele mundo
È por isso que sou assim...

Vjarski

Uma falsa valsa d’amor

Uma falsa valsa d’amor


Você ontem,
Na valsa
Que falsa,
Valsava
Com lábios de rosas
Vivas e formosas
D’um vivo,
Sangue
Carmim;

Co’olhar falso
Sorria
D’uma alegria
Que quente
Atraente
Tão calma
Serena
Que pena
De ti!

Quem te dera
Que um dia sinta
A dor
D’amor
Louco
Que louco
Não sente !
Há!Quem dera
Coitadinha
Que um dia sinta!...
Então:
_Não fuja,
Não minta,
Não negue
O coração!...
_Q’eu vi
Seu amargo fingir!


Sondavas:
_Teus Lindos
Olhos
Jade ódio,
Revoltos,
Saltantes,
Lacrimejam,
Brilhantes
No escuro
Que sou eu:
E seus olhos
Jade escuros
Impuros,
As falas
Amargas
D’um choro
Que não calas
Finge
E logo sorri
P’ro outro
Não eu!

Quem dera
Que um dia sinta
A dor
D’amor
Louco.
Que louco
Não sente !
Há!
Quem dera
Coitadinha
Que um dia sinta!...
Então:
_Não fuja,
Não minta,
Não negue
O coração!...
_Q’eu vi!...
Você fugir!

Oh Deus!
Eu te confiava
Que você dançava
Mas num sorriso
Fingido
Qual gênio
Risonho
Em sonho
Medonho
Me vem
Esse sorriso
Falso
Tão liso
Com tintas
Nos lábios
De rosas
Formosas
Que davas,
E gargalhavas
De mim?!


Quem dera
Que um dia sinta
A dor
D’amor
Louco.
Que louco
Não sente!
Há!
Quem dera
Coitadinha
Que um dia sinta!...
Então:
Não fuja,
Não minta,
Não negue
O coração!...
_Q’eu vi
Seu amargo fingir!

Calada
Sozinha
Observando,
Em zelo
Seu findar,
Eu vi
Você fugindo
Na valsa
Tão falsa
E veloz!
Você deprimida
Vejo tudo!
Calada da
Noite estive
Sem galhas
Sem falhas
Nas falas
Sem coro
Sem choro
Sem voz!


Quem dera
Que um dia sinta
A dor
D’amor
Louco.
Que louco
Não sente!
Há!Quem dera
Que um dia sinta!...
_Não fuja,
Não minta,
Não negue
O coração!...
_Q’eu vejo
Você fugir!

Na falsa
Valsa
Cansada
Estacada
Jogada
Prostrada
Num canto
Turbada
Refletindo
Cismada
Admiro!
Estavas ainda
Tão cálida
Então;
Qual cálida
Rosa formosa
Dengosa
Num vale
De vento
Cruel
Abatida
Sem pétalas
E logo caída
Sem vida
Num chão
Sem fundo,
Sem mundo!

Quem dera
Que um dia sinta
A dor
D’amor
Louco.
Que louco
não sente!
Há!Quem dera
Coitadinha
Que um dia sinta!...
Então:
_Não fuja,
Não minta,
Não negue
O coração!...
_Q’eu te vejo
O seu amargo fingir!

Vjarski

Um poema à Serra do Mar

Não olho desta vez meu jardim querido
Vejo a Serra do mar,d’uma cor intensa ametista
Vejo os trilhos do trem serpenteando
e toda a beleza do abismo ao lado
Olho a cena de beleza rara e brutal
Embaraça-me a vista!

E vejo lá,tão distante,na imensa luz,
um pássaro de vôo parado
vejo a serra pelos olhos do luar.
E o enigmático artista
Me mostra um futuro,Num instante
O quadro desolado,melancólico.
D’um futuro,muito,muito próximo a chegar
Vejo,olho o cenário...O anjo evangelista.

Não muito tempo depois retorna o misterioso artista
Que admiro primeiro,sua ousadia
Falando-me com uma voz melancólica
Alertando-me das doenças,da fome e sede,
Sede de vingança,
das guerras por terras
de doenças das crenças sem crenças
Admiro também esse majestoso artista
d’um passado não distante.
estou sombria a orar
nas horas do sol se por terra abaixo
A sim,o Todo Poderoso,e a mais de todas a pura perfeição
É um Artista verdadeiro
E vejo lá,tão distante,na imensa luz,
Ainda um pássaro de vôo parado.

Herrar hé Umano.





Herrar pode até cer umano
Mas repetir o herro
É burisse
E mesmo acin tem jente
Que ainda inciste em virar
A pájina huma apóz outra e faser de conta que nada acontesseu
E ter a audássia de pençar
Que ce continuar herrando
Vai ter cempre dezculpas.
Continuar ha
Herrar e jurar que extá serto
cem umildade nenhuma de reconhesser
a çua higuinorânssia
e cempre ter abçoluta ssertesa que çuas verdades ção
çoberanas
e que a opinião dos outros
não lhe interéça
prinssipalmente
quando ece çer umano tem em ceu
linguajar a famoza fraze
Herrar hé
Umano.
Hé claro que todos nóz herramos!
Mas cerá que todos çaben diferênssiar o serto do herrado?
Hum exemplo hé:
detonar a lingua portugueza
e axar que é arte, pode até cer cin!
Pra brincar e faser poezia .
mas axar que pode enganar o ssérebro,
ai hé burrisse
e mais burrisse ainda hé ce faser de dezintendido pra não açumir ceus herros umanos.
(Podemos enganar os olhos, mas o cérebro nunca)

Vjarski

Escrever e escrever


Escrevo porque aprendi escrever,
Escrevo cartas,poemas,recados e até lista de compras.
Escrevo porque é gostoso escrever.
Escrevo porque tenho palavras a expressar.
Escrever pra mim é como um orgasmo,
Eu chego ao auge,
Eu chego onde quero,
Escrevo o que quero e o que sinto.
Escrevo não só palavras!
Escrevo magia.
Mania de escrever!
Escrevo porque sou escrava da escrita.
Vício em escrever.
Escrever tudo,
Escrever sentimentos,
Escrever dor, ódio, alegria e satisfação
Escrever não só palavras!
Escrever palavras que levam você a pensar coisas.
Vício em ver você agir com tais palavras.
Palavras em posso levar alegria e tristeza.
É como um feitiço,
Uma palavra escrita enfeitiçada,
E você meu caro!Hipnotizado imaginando
O que levou ela escrever palavras tão irônicas?
Sei lá donde saiu tudo isso!
Simplesmente escrevi o que senti nesse momento.
Só me falta agora você me escrever:
Que copiei de algum lugar e
Que sou um poeta fingidor!
Escrever e fingir ao mesmo tempo é muito difícil
Manipular o que já está escrito é mais difícil ainda
Não tenho hábito de ler poemas de escritores já conhecidos
Prefiro ler os que escrevem com sentimento,
Não sentimento fabricado,
Manipulados com entorpecentes
Para poder escrever algo interessante,
Para ganhar leitores e cliente viciados
em poemas fabricados
Porque escrever é magia!
A mágica mania de escrever me traz paz.
E Nem sei se o que escrevi é um poema!
Talvez eu esteja tentando te hipnotizar
Com palavras irônicas e engraçadas sem sentido.
Escrevi também pra ler as criticas e talvez algum elogio.
Que ironia a minha!Esperando receber elogios escritos
Mal comecei a escrever e já estou me achando escritora ou poetisa.
Mais talvez eu tenha o dom em escrever
Não custa eu tentar escrever mais um pouco,risos
Pra te fazer rir pra não chorar.
Há mas eu senti o que escrevi, viu!
ESCREVI COM SENTIMENTO!!
Se você não sentiu então não sabe escrever .
Há vê se não esquece de me escrever um recado!
Nem que seja pra escrever dizendo: que tudo que escrevi
Não passa de palavras mal escritas ou expressadas.
Que tudo isso não tem nada a ver.
Deixo até você me dar umas dicas,
Pra mim escrever sobre o AMOR,PAIXÃO,SEXO,etc.
Mas vou logo dizendo: não vai funcionar hein!
Porque pra mim escrever já é amor,já é paixão,já é sexo.
Eu escrevo porque aprendi escrever.
E escrevo com a mão esquerda
Sou canhota.
Muito prazer meu nome é Valquiria.
Open in new window300)this.width=300" border="0">


Vjarski

Ocorreu um erro neste gadget