Patrocinador


Um amor

Um amor de Lepidóptera
Um orgulho borboleta o sonho de amor
Feito de suposições Sobre suas chances,
Aquele que os pobres cegos à luz do dia
Jogaram a corda bamba à beira da existência.

Mas sua visão estava abrindo a noite, contra o espelho
Admirando seu reflexo no fogo da noite,
Ela amava o belo colar feito de pontos coloridos,
A bela Varicela adornar suas asas douradas.

Se tivesse sido os seus bigodes, Bacantes Adoráveis
Também inconstitucionalmente caídas
Ela poderia amar para suspender gancho à inveja
Já não estar sozinha neste chapéu de tédio.

Sonhava com um bom tamanho e elástica,
Mas no fundo do armário, uma vassoura fantástica
Firmado entre o gelo e a velha Impressora,
Premeditado seu assassinato Irritado com o ausente.

0 comentários:



Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget