Patrocinador


A morte de um monstro

Criado na lama
O mal faz o mestre se rebaixar
Ele devora suas entranhas
Lança sobre sua presa
Não apaga o seu ódio
Assalta o acidente e Tortura
Retira a pele do laço bordado
Veste seu vestido de ódio como um troféu
Seus olhos de prata ficam suspenso, o sangrento
rio de vermelho preso em um poço sem fundo esconde a
Verdade que da sua carne que apodrece sem seu brilho

0 comentários:



Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget