Patrocinador


Seu olhar é meu espelho

Seu olhar é meu espelho


Me olho no espelho dos seus olhos
me enveneno na sua saliva doce como fel.
me perco em seu corpo
Num vôo pro céu de sua boca,
fecho os olhos,
Minha consciência
Já está vaga,
Não me lembro.
Ah!
Estava eu sonhando um delírio doce.
Iludida dum passado em vão.
de lindas lembranças e amargas desilusões.
dum mundo cheio de dor e hipocrisia.
De lúcidas paixões cegas,
De amores cheio de decepções,
Dum mundo envolto de magia
Me absorvi do meu próprio devaneio.
Ah!
Mas já passou tanto tempo,envelheci.
Meu espírito envelheceu que nem percebi
Que não envelheceu a magia
Dum amor cheio de desejo
Ah!
Mas não acabou a fantasia.
E por isso me perco em seus beijos
Venenosos.
E na pureza dum olhar mágico
Me vejo no fundo do seu olho d’água.
Peço-te perdão por tanto de amar.
Peço-te também perdão
Por não te amar mais do que deveria.
Ah!
Deveria eu confessar-lhe meus desejos pecaminosos?
Deveria eu contar-lhe meu pensamentos insanos?
Tenho medo!
As vezes tenho medo de mim.
Tenho medo de mim volver
E depois você não me devolver minha paz
Meu espírito
Meu viver
Me olhar no espelho dos seus olhos,
E me ver quem eu seria se não fosse por você.
Você tocar a minha mão e
Abrir a porta da minha mente
Tomar meu coração
Pra si pra sempre
Estou presa pra sempre
No espelho do seu olhar.


Vjarski

0 comentários:



Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget