Patrocinador


Lembranças

Não consigo dormir à noite
Tudo o que ouço é uma luta interminável e os
grito de uma criança
Tudo o que sinto e ouço em minha mente
é uma luta infindável
A criança grita e clama por Deus
A sua voz some aos poucos
Mas ainda assim ela está lá
em minha mente
A vida não é justa
O que posso fazer ?
Queria ser mais como você
Eu queria ser valente
Mas eu tenho medo, estou destruída demais
Meu coração ainda está tentando, tentando sobreviver
Eu vejo as atras da vidraça de lágrimas
Eu reconheço as cores, eu não estou cega
E a voz se dissipa afastada
Mas ainda assim ela ainda está lá
em minha memória
A voz some aos poucos
Eu só fecho meus olhos parcialmente cegos
Finjo que o monstro não estava lá
É mais fácil dessa maneira
Vjarski

Caixinha de surpresas

Sou uma caixinha de surpresas,
Daquelas guardadas lá no fundo dum velho baú.
Um deus meu estava procurando algo e achou algo que não esperava,
Abriu-me e tomou um susto!
Pois achou coisas muito interessantes aos seus olhos brilhantes.
deus achou raras jóias,
Objetos e relíquias empoeirados e algumas velhas cartas de amores que trocamos nos séculos passados.
E por fim lá fundo deus encontrou meu coração na forma dum grande e pesado diário,
Espero sinceramente que deus não encontre a chave para revelar o que tem dentro.
Mas de nada adianta!
Esse deus é tão curioso e persistente que acabou achando no coração do livro a chave do meu segredo.
Oh deus,seu cretino vagabundo dominante de mares selvagens!
Eu te imploro: se preciso for de joelhos prostrada aos seus pés
Por favor!Por tudo que a de mais sagrado nesta na sua alma não leia meus sextos passados sentidos.
Este diário é a bíblia da minha alma com séculos e séculos de sagrados conhecimentos.
Graças aos anjos que a folhas com palavras quase que apagadas pelo tempo.
Mas a nele uma rima que pode revelar todo meu segredo.
deus, cuidado!Pois ali tem páginas e páginas com segredos e palavras sedutoramente embruxadas.
Cuidado deus! Para não amar o desconhecido como já amou em milhares de tempos passados. Ainda lembro-me do rigor da sua boca e o toque de suas mãos valentes, seus olhar dominante como de um lobo faminto, sinto-me acuada estremecida pelo medo
Pois meu coração está nas mãos de meu deus, meu príncipe negro, dono de mim e de todos os meus sentidos
Sussurro te apenas uma palavra secreta ao pé de seu ouvido como nos encontrar enquanto estivermos em profundo sono… Relaxe
Vjarski

Mágoas

Mágoas dum espirito passado que foi rejeitado pelo tempo materno.
Mágoas dum passado escuro são pós mágicos que foram transformados em amor,serenidade e paz para um espírito cansado de sofrer no tempo passado em passos apressados para fuga da dor do açoite.
Um espírito que anseia pelo tempo para refletir no espaço de tempo perdido para a escravidão.
Hoje a serenidade e tranquilidade reina no espaço vazio que ficou
no coração machucado daquela daquele ser que era insignificante aos olhos maternos.
O ser ainda tem o olhar perdido parado no tempo sem tempo para pensar no tempo que foi perdido em 14 passados anos de tempo.Vjarski

Sonhos de uma barata



Uma barata sai no escuro.
Ela quer a luz que não existe.
Bêbada com a escuridão, cabeça cheia de males.
Seus olhos piscando, olha para todo o resto.
Perdeu se cochilando entre raiva e melâncolia.

A memória contém baratas.
Através de seus olhos que fala
Amor, felicidade, desespero e morte.
Ela está procurando por algo.

Mas a vida não quer nada dela.
Seus sonhos fugiram.
Com seus pensamentos subterrâneos.
Ela é apenas um grão de areia na solidão do deserto.

Na busca do amor
Lamentando seu passado.
Revogando a felicidade
Em vão, ela sacrifica sua alma.
Ao rejeitar o desespero
No jogo que termina.
Esperado pela morte
Inútil, que  não a quer.
Mãos desconhecidas ameaçam suas esperanças.

Destino em vão preto no vácuo.
O que resta para viver,
no tempo para lamentar o que ela experimentou.
Condenada da terra que te criou

Momento de silêncio!
Congelada e sem fala, se perdeu
Seus gritos verticais.
perdeu a sua razão
Perdeu a consciência
se aprofundou no escuro?
Ou será que enterram em seus sonhos no vácuo.

Estas são as perguntas!
Mas onde estão as respostas?
Ela decide ficar em silêncio.
Neste conjunto vazio.


Em suas mãos

Ele está ali ... perto ... Eu sinto! 

Ele caminha lentamente,
Eu vejo que estende a mão para mim,
Toca-me ... na ponta dos dedos ...
Meu coração treme,
Meu corpo em transe,
Lentamente, eu me vi em seus olhos,
É tarde ...estou entregue.

Esta noite sonhei com você

Esta manhã eu sonhei com você ...
A cor dos seus cabelos
Eram negros como a noite
O fitar de seus olhos
 Me levou ao céu.
O formato dos seus lábios
rígidos e saborosos como fel
e sua mão tinha a suavidade do cetim
com seu abraço grudado em mim

O céu estava um azul celeste
cor que você amava tanto ...
Havia gaivotas e cormorões.

Saímos os dois
em um pequeno barco.
Você era o capitão
navegamos  rumo a sua ilha
à velejar ...
O mar estava lindo e tão azul,
calmo debaixo do céu ...

soluções

É inútil muitas perguntas
sem ter as respostas para as soluções.
nada é impossível
tudo é plausível.

O que é vulgar?

Quer saber o que é vulgar pra mim?
Vulgar é ouvir o choro de uma criança com fome e medo.
Vulgar pra mim é um pai ter que roubar uma lata de leite pra alimentar seus filhos.
Vulgar pra mim é ver essas crianças ainda não desenvolvidas sexualmente sendo sodomizadas por covardes chamados humanos
Vulgar pra mim é ver mães vendendo seu sexo por alguns tostões
para alimentar seu bebê.
Vulgar pra mim é ver meninas em desenvolvimento se oferecendo aos machos animais humanos.
Vulgar pra mim ver pessoas se escondendo por d’traz de suas religiões pra praticarem suas taras.
Vulgar pra mim é ver vc tentar me vulgarizar.
Justo eu que me rasguei pra trazer a luz do mundo.
Vulgar é você que se esconde por d’tras da sua mascara suja pelos seus atos pecaminosamente carnais!!!
Vjarski

Ocorreu um erro neste gadget