Patrocinador


Um sonho


O dia abre os olhos timidamente,
O doce orvalho da manhã, clara e brilhante,
Se perdendo para as margaridas que florescem no jardim
Sento-me no meio duma quadra,
E sonhar.
Eu sonho palavras, e escrevo pensamentos ...
Escrevo como respiro,
Num sonho profundo avança sobre mim e eu escrevo ...
Eu escrevo milhões de idéias, milhões de melodias.
Eu vejo as estrelas no céu trespassado,
Um céu escuro, onde a lua flerta com uma fonte de água,
Esta fonte que flui onde a dança reflexões,
E meu coração chora e minha alma que sofre,
No silêncio infinito, por que você foi?

Para meu querido Pai...

0 comentários:



Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget