Patrocinador


Eu sofro muito

Lembrar me inquieta o mal implacável,incansável
curso do meu cérebro de ideias repugnantes
meus pulmões que absorve a poluição
Do fogo eterno,me sinto culpada,como uma lamina que
interrompe meu veio
E preciso um pouco mais de mim,muitas vezes,chamando
a tentaçao sedutora,ele guia o meu desespero
lágrimas que queimam meu rosto desce pelos meu lábios,amargo e vil
longe do tempo,por que hesitar?
Cançada desanimada,devora a minha alma
Tão profunda e coberta de provação miserável
Da_me o poder de atravessar o inferno
Com palavras que queimam ao se pronunciar
Aperta minha destruição final, ou mata minh'alma no meu calvário sangrento.


Vjarski

0 comentários:



Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget